Make your own free website on Tripod.com

Gomes Pereira Freire de Andrade e Castro

Percurso maçónico
1757
27 de Janeiro - Nasce em Viena, Áustria, filho de Ambrósio Pereira Freire de Andrade e Castro, e da Condessa Elisabeth von Schaffgotsch.

1785
Iniciado antes de 1785, provavelmente em Viena na Loja Zur gekrönten Hoffnung (À Esperança Coroada), a cujo quadro pertencia, juntamente com Wolfgang Amadeus Mozart, em 1790. Tinha então o grau de Mestre. Ocupa o cargo de Venerável da Loja Regeneração.

1801
Reúne-se em sua casa a assembleia que levou à organização definitiva da Maçonaria portuguesa, com a posterior criação do Grande Oriente Lusitano.

1802
Criação do Grande Oriente Lusitano. É eleito como um dos principais dignatários.

1808
Loja militar portuguesa Chevaliers de la Croix (Cavaleiros da Cruz), em Grenoble (1808-1813).

1815
Ocupa o cargo de Grão-Mestre do Grande Oriente Lusitano de 1815 a 1817.
1817
Implicado na conspiração de 1817, é preso e condenado à morte.
18 de Outubro - Morre enforcado junto ao forte de S. Julião da Barra, em Oeiras.

Esta data foi, durante mais de um século, dia de luto na Maçonaria portuguesa.

Ainda hoje o seu nome é venerado como um dos grandes maçons e mártires da Liberdade de todos os tempos, tendo sido numerosas as lojas crismadas com o seu nome e abundantes os iniciados que o escolheram como nome simbólico.

voltar à página anterior

J.J.A.D. e A.H. de O.M.