Atrações de Walt Disney World / Orlando, FL

Para visitar as páginas oficiais das atrações da Disney, clique no nome da atração.

  Walt Disney World: Formado por quatro grandes parques: o Magic Kingdom, o Epcot Center e os Estúdios Disney-MGM e o Animal Kingdom. Novidades: para o meio do ano, várias estréias estão programadas. Na Downtown Disney será inaugurado o DisneyQuest, centro de diversões virtuais, com 9.200 metros quadrados. O visitante poderá embarcar em três aventuras diferentes: uma descida nas corredeiras de um rio no mundo pré-histórico, uma batalha contra os principais vilões dos filmes da Disney e uma viagem à Lua. Pode, ainda, criar um cenário especial para sua aventura. No próximo dia 30 de julho, a Disney vai inaugurar a Disney's Cruise Line, uma viagem num novíssimo transatlântico, com capacidade para 2.400 passageiros. O navio partirá do Cabo Canaveral para 4 dias no mar, passando por Nassau e Castaway Cay, ilha particular da Disney nas Bahamas com 404 hectares. A bordo haverá toda a festa dos parques temáticos, com Mickey e sua turma passeando pelo convés, além de shows musicais estrelados por personagens dos desenhos animados. As atrações da Castaway Cay são ainda "segredo". Sabe-se que a ilha terá trilhas de bicicleta, vela e outros esportes aquáticos. Em dezembro, Downtown Disney ganha uma filial fixa do afamado circo acrobático canadense Cirque du Soleil, que se exibirá num teatro de 1.650 lugares. Há vários hotéis, com diferentes temas e preços.

  Disney World - Epcot Center: Inaugurado em 1982, trata-se de um protótipo da comunidade do futuro. O parque é dividido no Mundo do Futuro e o World Showcase. O Mundo do Futuro apresenta a Espaçonave Terra (um gigantesco globo prateado, símbolo do Epcot, onde se assiste à história da comunicação), Honey, I Shrunk the Audience (filme em terceira dimensão aonde você tem a sensação de ter diminuído de tamanho - no Pavilhão Imagination), Universe of Energy (pavilhão sobre as formas de energia, que tem impressionante viagem para a pré-história), a Journey Into Imagination Ride, The Living Seas (uma viagem ao fundo do mar num aquário com mais de 25 milhões de litros de água salgada), o Test Track (a mais veloz atração, o carro chega a atingir uma 105 km/h), o Innoventions (aonde se apresentam as novidades em diversão, casa e trabalho). O World Showcase apresenta construções de vários países (México, Noruega, China, Alemanha, Itália, The American Adventure, Japão, Marrocos, França, International Gateway, Reino Unido, Canadá), repletos de restaurantes típicos e atrações culturais. O show Illuminations acontece todas as noites acontece esse show em volta do lago. São dezessete minutos de fogos de artifício, raio laser, efeitos especiais e fontes de água iluminadas por luzes coloridas que dançam ao ritmo da música. Novidade para o meio do ano: o Test Track, simulação dos testes de automóveis. Um carrinho, com visitantes dentro, atravessa um obstáculo de fogo, derrapa na pista e, no final, choca-se contra um muro, a 105 quilômetros por hora. Horário de funcionamento do parque: em geral, das 9h às 21h.

  Disney World - Magic Kingdom: Este parque foi inaugurado em 1971. Ele é dividido nas seguintes áreas: A Main Street USA fica bem na entrada e retrata uma cidade antiga do interior dos EUA. Nela se realizam as famosas paradas e desfiles. Ao final da mesma, se vê o castelo da Cinderela. A Terra da Aventura tem como atrações estão a Jungle Cruise, um passeio por uma selva tropical, e os Piratas do Caribe, uma viagem que termina numa batalha entre piratas. A Terra da Fronteira apresenta: o Country Bear Jamboree (show com ursos que tocam e cantam música country), o Big Thunder Mountain Railroad (montanha-russa numa mina do velho Oeste), o Diamond Horseshoe Jamboree (comédia musical do velho Oeste), a Splash Mountain (que tem uma queda d' água de 15 metros), a Mansão Mal-Assombrada (com cemitério, jantar dançante, e quarto assombrado) e passeios de barco, na Liberty Square (Mark Fink Keel Boats e o Liberty Square Riverboat). A Terra da Fantasia apresenta: o Carrossel da Cinderela, as Aventuras da Branca de Neve, as xícaras gigantes do País das Maravilhas, o vôo de Peter Pan à Terra do Nunca, as 20 Mil Léguas Submarinas (um passeio no submarino Náutilus), entre outros. A Mickey's Starland, apresenta a Casa do Mickey (passe no camarim do Mickey e tire uma foto com ele!), a Legend of the Lion King e o The Barnstormer (uma montanha-russa do Pateta). ATerra do Amanhã apresenta o Alien Encounter (você fica no escuro e vai ouvir e sentir um alienígena correndo pelos corredores), o Delta Dreamflight (conta a história da aviação), o Astro Orbiters, o Space Mountain (montanha- russa no escuro do espaço sideral). Horário de funcionamento do parque: em geral, das 9h às 21h; em janeiro, maio e de setembro a dezembro, das 9h às 19h; de junho a agosto, das 9h até às 24h.

  Disney MGM Studios Theme Park: Apresenta: o Hollywood Boulevard, The Tower of Terror (hotel mal-assombrado onde se despenca três vezes duma altura de treze andares), os 101 Dálmatas, The Great Movie Ride, Backlot Tours (passeio pelos bastidores de um estúdio de cinema), Star Tours (passeio pelos cenários de filmes famosos), Indiana Jones (onde dublês mostram como são as cenas de perigo de um filme de Indiana Jones), Jim Henson's Muppet*Vision 4D (um filme em terceira dimensão genial com o Muppet Show), Voyage of the Little Mermaid (show musical). Novidades: Em 19 de junho estréia nos Estúdios Disney-MGM a parada do próximo filme da Disney, Mulan, baseado numa lenda chinesa. No segundo semestre, um anfiteatro nos Estúdios Disney-MGM com 6.900 lugares dará lugar ao show Fantasmic. O espetáculo, que mostra um sonho de Mickey Mouse, terá raios laser, águas dançantes e até bolas de fogo. Em 1999 está prevista a abertura no MGM de um restaurante com shows de ilusionismo, criado por David Copperfield. Horário de funcionamento do parque: em geral das 9h às 21h de junho a agosto, funciona das 9h às 22h.

  Parques da Disney: Os parques da Disney, em geral funcionam 365 dias por ano.

  Disney's Pleasure Island: Apresenta bares, lanchonetes, danceterias, shows e lojas. A partir das 19h, a entrada é paga. Em todos os 365 dias do ano ocorrem festas a partir da meia noite. Pleasure Island fica hoje incluída no complexo Downtown Disney, perto do Planet Hollywood.

  Novo parque!!! Animal Kingdom - Inaugurado em 22/04/98 Leia, a seguir, dados retirados da revista Veja (22/04/98). "O novo parque temático da Disney, Animal Kingdom (Reino Animal), tem bonecos gigantes, montanhas-russas, brinquedos e animais de verdade. Pode-se fazer com a segurança e conforto, um safári fotográfico em meio a leões, elefantes, girafas, rinocerontes e até bichos raros, como o quase extinto ocapi, um primo menor da girafa. Ao todo são cerca de 1.000 animais vivos, de 200 espécies diferentes, mais outros tantos em forma de robô, escultura e boneco nos três shows musicais do parque. Nem mesmo os animais extintos foram esquecidos: há um eletrizante passeio pelo mundo no tempo dos dinossauros. O Animal Kingdom é agora a maior atração da Disney, não só pela novidade como pelo tamanho. Com área de 202 hectares, tem cinco vezes o tamanho do Magic Kingdom, o primeiro e mais famoso parque da Flórida, inaugurado em 1971. Custou 800 milhões de dólares e levou oito anos para ficar pronto. o Animal Kingdom também é dividido em áreas. Há seis delas: Oásis, Safari Village, Camp Minnie-Mickey, Dinoland USA, África e Ásia (que só será inaugurada em 1999). O Oásis fica logo após a entrada e tem vários animais, como pequenos cangurus e flamingos, em locais que tentam reproduzir seu habitat. Não há jaulas. Os animais estão todos soltos, isolados do público por obstáculos como fossos e lagos. O ambiente é o mais natural possível. "Não criamos um zoológico", explica John Shields, um dos arquitetos responsáveis pela construção do parque. O Oásis leva o visitante até a Safari Village, onde se localiza a gigantesca Árvore da Vida, símbolo do Animal Kingdom. Na forma de um brócoli gigante, ela tem 103.000 folhas de poliéster e 44 metros de altura - equivalente a um prédio de catorze andares. Em seu tronco de concreto, fibra de vidro e gesso foram esculpidas 325 imagens de animais. Embaixo da Árvore da Vida há um cinema em terceira dimensão com trucagens que reforçam o realismo das imagens. No filme, chamado It's Tough To Be a Bug (É Duro Ser um Inseto), quando um cupim que comeu demais vomita na platéia todo mundo recebe no rosto um espirro d'água de um dispositivo embutido na frente de cada cadeira, entre outras peraltices. A atração mais radical do Animal Kingdom, contra-indicada para crianças pequenas, é a Contagem Regressiva para a Extinção, em que os visitantes viajam 65 milhões de anos no tempo a bordo de um carrinho para encontrar os dinossauros no exato dia em que um asteróide do tamanho do Monte Everest desabou sobre a Terra, causando a extinção da espécie. O carro desliza sobre trilhos em alta velocidade, sobe, desce, freia bruscamente, e as aparições dos dinossauros valem por um filme de terror. O Animal Kingdom, contudo, é o parque com mais novidades para crianças em Orlando. No Camp Minnie-Mickey, pode-se encontrar os personagens da Disney e assistir a dois shows diários: um com Pocahontas, a índia do desenho animado, e o Festival do Rei Leão. Em outro lugar há um show com Mogli, o Menino Lobo, e um grande playground na Dinoland, onde as crianças podem desenterrar da areia réplicas de ossos de um tiranossauro rex. Meninos e meninas que vivem na cidade grande, e jamais viram sequer uma vaca, na certa irão divertir-se na Seção Afeição e na Estação da Conservação, onde se pode tocar animais domésticos com as mãos e até assistir a cirurgias nos bichos. Um dos pontos altos do parque - e o que certamente mais deu trabalho - são os safáris, cuja produção exigiu o recrutamento de animais de zoológico em tal escala que foi chamado na imprensa americana de "maior movimentação de bichos desde a arca de Noé". Embarca-se num caminhão para um passeio de vinte minutos ao longo de 3,2 quilômetros numa área com vegetação da savana africana. Mesmo sendo a menos calculada das atrações da Disney, é o que de melhor se produziu em matéria de conforto e segurança. Antes da abertura do Animal Kingdom, durante três meses um caminhão passou todas as manhãs entre os animais para acostumá-los com o barulho. Os bichos ficam em pontos bem visíveis graças a um simples truque: depósitos de comida em lugares fixos. Assim, é possível ver sem embaraços elefantes jogando água uns nos outros, avestruzes, girafas, hipopótamos e leões preguiçosos, sem que seja preciso ir à África. Os únicos animais que não vieram de zoológico foram os hipopótamos, procedentes da Ásia, e os crocodilos, embarcados da África do Sul. A morte de uma dúzia de animais durante o transporte e na adaptação ao novo ambiente - entre eles dois hipopótamos e dois rinocerontes - chegou a causar uma investigação do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos e protestos de entidades ecológicas. Os homens da Disney, contudo, escoram-se no rigor profissional. Preocupada com a saúde de seus animais, a Disney desde cedo montou um conselho consultivo formado por especialistas como Roger Caras, presidente da Sociedade Americana da Prevenção para a Crueldade contra Animais, e William Conway, presidente da Sociedade para a Preservação da Vida Selvagem. A sensação de aventura controlada do Animal Kingdom é talvez o exemplo máximo da fórmula do sucesso da Disney, cujo lema sempre foi proporcionar às pessoas diversão e aventura sem no entanto arriscar um fio de cabelo. Todo mundo sonha participar de um safári de verdade na África, mas pouca gente tem disposição de embarcar para Nairóbi, enfrentar enxames de mosquito no calor tórrido da savana e ainda correr o risco de ser devorada num safári realista demais. No novo parque da Disney é possível fazer tudo isso com conforto e sem correr risco algum. A receita imaginada por Walt Disney, de fazer sonho tornar-se realidade, está materializada em Orlando. O reino da fantasia da Disney é composto de oásis onde as ruas refulgem de limpeza, as casas e hotéis parecem de brinquedo e o maior perigo que o visitante corre é engasgar com um amendoim gigante. "

Parques aquáticos da Disney

  Disney's Blizzard Beach

  Typhoon Lagoon

  River Country

 

Planeje sua viagem a Orlando / Dicas para economizar em sua viagem

  Se possível, antes de adquirir os tickets de entrada para os parques faça uma visita aos stands montados nos grandes shopping centers de Orlando. Esses locais dispõem de promoções que podem reduzir o custo dos tickets.

  Várias pessoas podem se hospedar com muito conforto num apartamento de um resort de luxo num resort (como o Westgate) e economizar com hospedagem, alimentação (pois eles possuem cozinha completa). O custo por pessoa será muito compensador!!!

  Você pode usar agentes eletrônicos para fazer reservas (carros, hotéis, vôos) on line: Travelocity, Expedia, Travel Web.

  Cheque informações sobre câmbio de moedas

  Você pode comprar passagens aéreas on line

  Procure informações sobre o seu destino: Lonely planet, City Net, The Rough Guide.

  Cheque as características culturais do seu destino World culture.

 

 

HomeNotas do Autor | Cultura | Cinema | Viagens | Trabalhos Escolares 

Voltar para Viagens

 

 

Conte-me a sua viagem!!!

 everton@cav.udesc.br